Dona de Loja é vitima de estelionatários

Na manhã de quinta-feira, 23, a Polícia Militar compareceu em uma loja na Rua Pequi, bairro Santos Dumont, em Pará de Minas, onde a proprietária do estabelecimento, de 48 anos, relatou aos policiais que chegou no interior do estabelecimento, um indivíduo de cor morena, com compleição física forte, cabelos curtos de cor castanho claro, trajando calça jeans e camisa de gola polo de cor azul, oferecendo à vítima peças de roupas novas e com etiquetas para que ela pudesse revender na loja, sendo que tal indivíduo lhe fez uma proposta de lhe vender quinhentas peças de roupas novas e com etiquetas de modelos diversos pelo valor de R$2.100,00.

A vítima  repassou ao autor o valor de R$2.100,00 em dinheiro pelas peças de roupas, sendo que o autor, juntamente com mais dois indivíduos deixou vários sacos plásticos com as roupas embaladas em seu interior, dizendo à vítima que ela não precisava abrir as embalagens, pois, no sábado próximo ele iria retornar ao estabelecimento para trazer algumas araras para as exposições da roupa.

A vítima ainda pediu ao autor a nota fiscal das peças de roupas, tendo o indivíduo relatado que posteriormente iria repassar a nota fiscal através do e-mail dela.

Logo após a saída do autor da loja, a vítima foi conferir as embalagens e constatou que as peças de roupas eram velhas, usadas e que algumas peças estavam rasgadas. A vítima  informou aos policiais que o indivíduo estava na condução de uma caminhonete marca Chevrolet, modelo S10 de cor prata, placa de identificação da cidade de Uberlândia/MG. a vítima não soube repassar os dígitos da placa e também não soube repassar as características dos outros indivíduos, sendo ela orientada sobre as futuras providências cabíveis. A PM segue rastreamento em aberto com o intuito de localizar e obter informações dos autores do crime de estelionato.

A Polícia Militar orienta aos cidadãos a agirem com desconfiança e cautela diante de desconhecidos que oferecem propostas mirabolantes e repentinas, de grande vantagem financeira. Antes de fechar negócios com estranhos, deve se buscar a identificação e mais informações sobre a pessoa que oferece a vantagem. No caso dos comércios, as associações comerciais estão preparadas para dar o suporte necessário aos comerciantes. Em casos de atitudes suspeitas, a Polícia Militar deve ser acionada imediatamente para verificar a situação.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *